Press - Reviews
12th April 2011
Origami review, Loud!

ThanatoSchizO

Origami
CD, Major Label Industries, 2011

Ao décimo ano de existência (não contando com a “encarnação” anterior como Thanatos), a banda de Santa Marta de Penaguião, reduzida agora a um quarteto enriquecido por membros de sessão, como que figurativamente se senta e suspira, calmamente, em jeito de balanço de uma aventura de uma década que promete continuar depois desta breve pausa activa que é «Origami». Como tem sido referido nos meses que têm antecedido o lançamento deste disco, «Origami» é “especial”, e essa “especialidade” manifesta-se com toques de absoluto requinte ao longo de todas as reinterpretações de temas antigos que o compõem. Porque é disso que se faz este álbum, de reinterpretações semi-acústicas de uma selecção de temas que cobre todos os quatro discos do catálogo ThanatoSchizO e é importante frisar isso de antemão. É que as “novas vidas” destas canções tão familiares, vidas essas agora recheadas de instrumentação tão diversa como balalaica, teremim ou cavaquinho, algumas inclusivamente gravadas ao vivo no Teatro de Vila Real, conferem-lhes uma atmosfera e evocam uma panóplia de sentimentos tão diferentes, que é fácil esquecermo-nos rapidamente que «Origami» não é um álbum novo “normal” dos TSO. Não se pode falar em minimalismo, quer seja pela panóplia de sons utilizada, numa palete maior que a aproximação mais “metálica” a que estamos habituados, quer seja pelo trabalho duro evidente que terá estado por trás deste ambicioso disco, mas há uma certa elegância espartana e introspectiva que serve de mote a «Origami» e que se aplica a tudo o que a ele diz respeito - do artwork aos momentos sublimes da música em que a voz de Patrícia Rodrigues fica mais “sozinha” e demonstra todo o potencial que ainda poderá ser explorado, especialmente agora que ficou com maiores responsabilidades vocais depois das mudanças na formação. Numa análise que terá tanto de cruel perante o tal espírito aventureiro e destemido com que os TSO sempre tentaram desbravar novo território como de elogiosa para a forma como «Origami» foi pensado e criado, poder-se-á dizer que, surpreendentemente, a essência da banda nortenha nunca foi tão bem representada, nunca encontrou uma voz tão própria nem tão tocante como aqui, no disco mais próximo das suas raízes genealógicas e geográficas, no disco em que finalmente não dão nenhum passo que seja um bocadinho só maior que as pernas. Dá que pensar, para o futuro. [8.6/10]

J.C.S.
5 CDs + 1 EP + T-shirt
€50.00 / $65.00
Size:
Qty: